Afinal, qual a importância de fazer parte de uma associação?

PUBLICADO EM 7 de dezembro de 2018

adegraf

adegraf

A Associação dos Designers Gráficos do DF

Artigos
0
|

Tenho visto muitos colegas de profissão discutindo sobre estar ou não filiado à uma associação de classe. Geralmente perguntam: o que eu ganho com isso? Quais as vantagens? Porém, as associações não são necessariamente clubes de super vantagens, oferecendo bônus aos seus participantes. São entidades que buscam valorizar a sua profissão e investir nos seus associados. Acredito que seria melhor perguntar: como posso fortalecer minha associação? Ou… Como posso contribuir para melhorar a minha profissão?

Via de regra são entidades gerenciadas por voluntários, que disponibilizam parte do seu tempo em benefício dos outros associados. Penso que são pessoas que entenderam o poder da coletividade e desejam uma profissão reconhecida e valorizada.

As associações realizam eventos, aumentam as redes de relacionamentos entre profissionais, criam parcerias, etc. Em geral trabalham praticamente no vermelho, pois sobrevivem basicamente das suas anuidades. E essas anuidades são uma grande barreira para os designers, afinal, alguns acreditam que é um absurdo pagar cerca de R$ 150,00 a R$ 300,00 (POR ANO!). Mas quanto dá isso por mês? R$ 10,00? R$ 30,00? Com esses valores nem mesmo conseguem ter um local fixo para realizar reuniões, ter encontros entre os designers, etc. É muito pouco para representar nossa profissão e realizar os eventos que precisamos.

Essas entidades estão longe de serem perfeitas, é claro! Apesar disso, realizam muitos feitos que são importantes. Entre acertos e erros, carregam o peso de sonhar com dias melhores para a atividade… quase sozinhos.

Sou associado à ADEGRAF a mais de 10 anos, participei de diversas diretorias, fui presidente, vice-presidente, etc. É uma entidade que conquistou muitos feitos no Distrito Federal e até fora dele. Hoje sou apenas um colaborador, mas não deixo de contribuir porque entendo perfeitamente que nossa profissão seria mais sem graça e menos reconhecida.

Pra mim, associar-se à uma entidade dessas é acreditar que o design trasforma a vida das pessoas, desenvolve as empresas, cria produtos mais inteligentes, etc. Se você também acredita e ainda não faz parte de nenhuma delas ainda, aproveite e contribua de alguma forma, principalmente se associando. Basta pesquisar no Google e vai achar alguma que precisa da sua contribuição.

Eduardo Meneses (Designer Gráfico / Ex-presidente da ADEGRAF)